O pastor Felippe Valadão, da Igreja Lagoinha, atacou religiões de matriz africana durante um evento oficial de Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio. O caso aconteceu no último dia 19.

“De ontem para hoje tinha quatro despachos aqui na frente do palco. Avisa aí para esses endemoniados de Itaboraí: o tempo da bagunça espiritual acabou, meu filho. A igreja está na rua!!! A igreja está de pé!!!”, gritou. “E ainda digo mais: prepara para ver muito centro de umbanda sendo fechado na cidade!”, emendou.

Felippe também declarou :“Deus vai começar a salvar esses pais de santo que tem na cidade. Você vai ver coisa que você nunca viu na vida. Chegou o tempo, Itaboraí! Aquele espírito maligno de roubalheira na política acabou”, afirmou.

 Foto: Reprodução Redes Sociais

O deputado estadual Átila Nunes (PSD), do Rio de Janeiro, entrou com representações no Ministério Público e na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), na segunda-feira (23), contra o pastor e o prefeito de Itaboraí, Marcelo Delaroli.

Nas representações, Átila acusa o pastor e o prefeito de disseminação de ódio religioso e uso de dinheiro público privilegiando uma religião.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.