Um suposto flagrante de traição em Belém viralizou e deu o que falar nas redes sociais. Na noite de quarta-feira (18), Dayse Monique foi filmada “virando onça” em frente a um motel, no bairro Val-de-Cans, enquanto aguardava o marido sair do local, onde, segundo a mulher, ele estava acompanhado de uma amiga dela.

Nas imagens, é possível ver Monique se agachada na frente do motel como se fosse uma onça e gritou para o marido abrir a porta. Internautas comentaram o caso. A esposa traída compartilhou o caso em uma live.

Na transmissão ao vivo, Monique relatou a situação por cerca de 30 minutos. Ela disse que estava em um carro de aplicativo quando viu o marido comprando cerveja. Monique disse que pediu para o motorista parar e resolveu seguir o esposo, que estava com uma amiga dela no carro.

“Ele aqui com a minha ‘amiga’, e eu em casa, lavando a cueca dele”, queixou-se. Monique apareceu na frente do motel gritando para que o casal deixasse o local. Diversos populares se aproximaram para acompanhar a discussão e apoiar Monique.

“Tá tudo ótimo. Tudo o que Deus tira é livramento. Eu sou linda, sou bela, sou estudiosa, tenho minha faculdade. Não preciso ficar me doendo por esse ‘merda’. Mas eu estou fazendo [essa briga] que é pra aprender. Porque a mulher que se mete [com homem casado], ela tem que se garantir. Eu não tenho sangue de barata. Vou fazer onda, sim”, disse.

Monique chega a jogar um tijolo no portão da garagem do motel. A polícia foi acionada e quando a viatura chegou, Monique disse que não tinha medo de ser presa. No vídeo, ela ainda apareceu dando conselhos de autoestima com o carro da polícia.

“Nunca perca seu brilho, independentemente da situação. Eu posso até ser presa. Mas quem não tem chifre não entra no céu”, disse.

Uma pessoa se aproximou para acompanhar a discussão e perguntou à Monique se ela reataria com o esposo.

“Deus me livre [de voltar com ele], mana. Tu tá vendo a vergonha que eu tô passando? Não sou Maíra Cardi, não”, diz Monique.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.