A repórter irlandesa Aideen Kennedy, 43 anos, morreu de uma doença terminal horas após postar uma mensagem de despedida em seu Twitter. A notícia foi confirmada no sábado (18/6) pela imprensa local.

Aideen, que já vinha lutando contra uma doença não revelada, postou que estava “indo para casa para morrer, mas recebendo cuidados paliativos”. Na rede social, a jornalista também falou como os seus dois filhos são “gentis, doces e atenciosos”.

Em 13 de junho, ela disse estar no hospital há 19 dias com um sangramento no estômago e que realizou a 12ª transfusão sanguínea. Em 2018, a jornalista contou em uma entrevista que seus pais já haviam perdido três dos seus quatro filhos.

Dois irmãos morreram de um tumor no cérebro e outro morreu ainda criança em um acidente de carro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.