Que maravilha é amar — e ser amado. Uma das maiores buscas do ser humano é se relacionar de forma harmoniosa e que lhe traga felicidade. Desde que a humanidade existe, o sonho de um relacionamento estável, saudável e duradouro permeia o pensamento coletivo, inspirando a arte e os artistas, desde a literatura, até a música. Mas será possível, de fato, ser “feliz para sempre”?
 

Segundo a psicóloga Claudinéia Fernandes, não existe uma receita pronta para relacionamentos duradouros, mas alguns comportamentos e atitudes que auxiliam na adaptação da rotina e frente aos desafios que surgem no decorrer da convivência.
 

“Os relacionamentos não são baseados em sorte. Não tem fórmula mágica, mas alicerçado no amor, respeito, companheirismo e cumplicidade, e que o casal esteja disposto a construir essa relação juntos”, diz Claudinéia.

A seguir, a psicóloga elenca algumas orientações que podem ajudar nos relacionamentos.
 

1) Confiança no parceiro(a)

A confiança é a base de todo relacionamento. Se essa base não existir, será que o parceiro é a pessoa ideal para um relacionamento feliz?

2) Comunicação assertiva

Uma comunicação franca e transparente entre o casal é fundamental na relação. Falar sobre trivialidades, medos, inseguranças e o que traz felicidade, auxilia na construção de um relacionamento saudável e aumenta os vínculos entre o casal. Esclarecer coisas que incomodam também diminui possíveis mágoas, que, quando guardadas e não esclarecidas, no momento certo, podem abalar o casal no futuro.

3) Interesses em comum – e individuais também!

O casal precisa ter interesses em comum, respeitando os interesses individuais. Respeitando a individualidade de cada um, faz muito bem ao relacionamento e é importante para manter o casal em sintonia e feliz.

4) Demonstrar o amor diariamente

Demonstrar a importância que o outro representa para você é uma forma de demonstrar amor. O exercício da conquista é diário, na forma de falar, de demonstrar carinho, do cuidar. As pessoas têm formas diferentes de amar e de ser amadas, e isso deve ser respeitado.

Divulgação

5) Caminhar juntos

O caminhar junto faz parte da sintonia e harmonia que o casal mantém no convívio diário. Ambos devem se ajudar e se confortar em períodos difíceis e comemorar os momentos bons.

6) Aprender a ceder

O relacionamento é um eterno exercício de compreender e ceder. Quando só um lado está disposto a renunciar o relacionamento está fadado a ter problemas com o passar do tempo. Todos nós temos nossas vivências, características e bagagem emocional, e esses aspectos vão entrar em conflito com o outro em algum momento. Deve-se desenvolver a habilidade de ceder para que os interesses se encaixem.

7) Fazer planos juntos

Planos para o futuro incentivam o casal a buscar conquistas em comum. Ao buscar realizar esses planos, o parceiro pode também alcançar metas pessoais, e isso fortalece a relação.

A especialista finaliza dizendo que os casais precisam focar no presente para construir o futuro. “As vivências passadas são aprendizados para o relacionamento, para que o presente seja confortável e saudável e consigam planejar o futuro juntos. Se o casal sentir dificuldades ao administrar os conflitos, trazendo sofrimento para os dois, orienta-se que faça terapia de casal que tem como objetivo acolher, identificar e auxiliar no enfrentamento dos conflitos, para que favoreça no equilíbrio do casal” conclui a psicóloga.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.