Um casal morreu asfixiado após acender uma churrasqueira no quarto para se aquecer por conta do frio intenso que atingiu a região do triângulo mineiro na última quinta-feira.

Os peritos da Polícia Civil informaram que Edwin Luisi de Medeiros Silva, de 40 anos, e Silvana Vieira da Silva, de 39 anos, morreram intoxicados pelo dióxido de carbono da fumaça do carvão, já que a porta dos quartos e a janela estavam fechadas para evitar o frio.

Segundo informações, durante a madrugada, a filha do casal de 14 anos acordou e foi ao quarto dos pais acordá-los, mas os encontrou mortos, com sinais de asfixia.

Reprodução / Facebook

De acordo com a Polícia Militar, a adolescente foi acordada pelo irmão mais novo, de 9 anos, que estava com dor de cabeça. A irmã medicou o menino e foi chamar os pais, mas eles não atenderam quando ela bateu na porta. A polícia disse que também encontrou brasas no quarto das crianças que também sentiram os efeitos da intoxicação por fumaça.

As crianças foram levadas para uma unidade de saúde e receberam atendimento médico. Elas não correm risco de morte e ficarão sob a guarda de uma irmã mais velha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.