Nesta quinta (12), o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) condenou Angelina Ferreira Rodrigues a 30 anos, 2 meses e 10 dias de prisão. Ela foi detida em 2018 por ter matado Mara Cristina Ribeiro da Silva e retirado seu bebê de oito meses de dentro da barriga.

Segundo informações do site O Tempo, o julgamento ocorreu em João Pinheiro, no noroeste de Minas Gerais. Ela foi condenada por homicídio quadruplamente qualificado e subtração de criança.

Conforme a denúncia do Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG), Angelina dopou Mara Cristina, a amarrou em uma árvore e cortou a sua barriga com uma faca.

Depois, ela pegou a bebê, levou para o Hospital Municipal e informou que havia dado à luz.

Foto: Divulgação
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.