Foto: Divulgação

Essa semana, conversando com meus filhos adolescentes, falávamos sobre a quantidade de carimbos que os cheques devolvidos continham. E logo veio aquele olhar de “mãe, o que é isso?”. Apelamos para o Google.

E me veio à cabeça que aquilo era muito cringe! E a inspiração para este artigo.

Cringe. Palavra que vem do inglês; vergonhoso, embaraçoso ou estranho.

No Brasil, o termo traduz uma certa rivalidade entre gerações. Na internet Geração Z tem usado a palavra cringe para apontar os micos da geração anterior, os Millenials. E, nas últimas semanas, seu uso foi ampliado para definir também o que se acha cafona no comportamento dos pais.

Você tem atitudes cringe no trabalho?

Comportamentos no mercado de trabalho também ficam ultrapassados, apesar de evoluírem mais lentamente que a sociedade, principalmente por fatores relacionados a regulamentação do mercado de trabalho.

Mas apesar de evoluirem lentamente, muitos comportamentos ficam obsoletos e até cafonas.

Aqui tem uma lista com dez comportamentos cringe no trabalho, você se identifica?

1. Deixar o áudio aberto enquanto não está falando numa reunião telefônica;

2. Não compartilhar aprendizados;

3. Chegar atrasado(a) na reunião presencial ou online;

4. Procrastinar atrapalhando a entrega de um trabalho em equipe;

5. Beber demais e tornar-se desagradável num happy hour;

6. Falar alto no escritório e atrapalhar a concentração alheia;

7. Fazer fofoca e comentar da vida dos colegas de trabalho;

8. Ser pessimista e reclamar de tudo sem trazer alternativas;

9. Entregar um trabalho, relatório, powerpoint desleixado e sem qualidade;

10. Ser um chefe/funcionário tóxico e/ou se achar superior em relação aos demais colaboradores.

Atitudes como ser desrespeitoso(a), discriminar, maltratar ou excluir pessoas por opção sexual, gênero, crença, raça, credo, vertente política ou origem não entram na lista. A definição para este tipo de comportamento é menos lúdica e, dependendo, pode gerar consequências mais sérias e formais.

Por outro lado, respeitar pessoas independentemente de qualquer característica nunca será cringe, cafona ou vergonhoso, e estará sempre na moda.

Mas fique calmo(a). Ter tido alguma atitude cringe no trabalho, ou ainda tê-la, é perfeitamente possível e não precisa te definir. A questão é se você quer continuar tendo atitudes assim daqui para frente. Sempre há tempo de aperfeiçoar atitudes que desejamos mudar.

E aí, o que você adicionaria a esta lista de atitudes cringe no trabalho?

Executiva do mercado de tecnologia, esposa, mãe de gêmeos, amante de uma boa conversa e um bom vinho. Em sua trajetória profissional trabalhou para as maiores empresas de tecnologia do mundo, onde teve a oportunidade de interagir com profissionais de diferentes culturas, o que moldou sua visão de gestão. Pós-graduada em marketing, formação de diretores pelo IESE/ISE, curso livre no INSPER, inúmeros cursos online e buscando os próximos. Estudar e colocar em prática é sua paixão. Sempre acreditou no poder do estudo e no trabalho para fortalecer e transformar o indivíduo. Você pode encontrá-la nas redes sociais como @glaumaurano.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.