Nesta quinta-feira (5), uma mulher foi condenada por furar secretamente os preservativos de seu parceiro. O tribunal condenou a mulher com seis meses de liberdade condicional por agressão sexual. As informações são do jornal Bild e pelo Westfälische.

De acordo com os relatos, a moça, de 39 anos, desejava engravidar para ‘prender’ o homem, de 42. Eles teriam se conhecido por um site de relacionamento em 2021 e passaram a se encontrar para sexo casual.

A mulher teria se apaixonado pelo parceiro e furou suas camisinhas secretamente, com o objetivo de engravidar. Contudo, seu plano não deu certo.

Ainda segundo a publicação, a mulher enviou uma mensagem a seu parceiro dizendo que acreditava estar grávida. Em seguida, confessou que teria furado seus preservativos.

Reprodução/Pixabay – sasint

O homem abriu uma queixa contra ela. O Ministério Público inicialmente apresentou acusações de estupro. Entretanto, foram retiradas logo em seguida.

O crime cometido pela mulher foi classificado como “stealthing” – ou seja, violação sexual e dissimulatória –, que ocorre quando um parceiro sexual remove seu preservat ivo durante o sexo sem que o outro esteja ciente.

A mulher finalmente admitiu sua falta e aceitou a pena mínima de seis meses de prisão em liberdade condicional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.