A estelionatária Valeria Satta, de 53 anos, que se passou por Alessandra Ambrósio por 15 anos e manteve um relacionamento à distância com o jogador vôlei italiano Roberto Cazzaniga, de 42 anos, fez uma reforma completa em um imóvel com os 700 mil euros, – algo em torno de R$ 4,3 milhões – que recebeu durante o golpe, relataram os vizinhos.

Segundo a reportagem exibida pelo jornal “La Nuova Sardegna”, a obra foi feita em 2017 na casa onde Valeria Satta mora em Frutti d’oro, um vilarejo de Capoterra perto de Cagliari, com “pisos, luminárias, banheiros, janelas: tudo novo”.

Valeria usou o golpe conhecido como catfishing, para extorquir o jogador. Ela usava fotos da modelo brasileira e se identificava como Maya.

Foto: Divulgação Le Iene / Mediaset

Ainda segundo o noticiário, os vizinhos acreditam que Valeria, desempregada e com dois filhos, tenha usado o dinheiro de Roberto para renovar a casa. Conforme revelou o programa “Le Iene”, da emissora “Mediaset”, a estelionatária conseguiu o dinheiro afirmando que sofria de problemas cardíacos, e que usaria o dinheiro para despesas hospitalares.

“‘Como aquela que ela tinha que dar um presente’, mas o caixa eletrônico foi bloqueado devido a um complicado caso de herança”, acrescentou o italiano ao jornal Corriere Della Sera.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *