Um homem de 66 anos foi preso após enterrar o corpo da sua própria mãe no porão da sua casa. A mulher foi mumificada para que o filho pudesse continuar recebendo o valor da aposentadoria da mãe morta.

O corpo da mulher foi encontrado pela polícia austríaca, depois que agentes visitaram a residência no último fim de semana. Segundo a agência de notícias AFP, em depoimento, o homem contou que congelou o corpo da mãe usando bolsas de gelo para evitar qualquer mal cheiro e envolveu o corpo em bandagens para absorver os fluidos corporais.

“Ele cobriu a mãe com areia de gato e, finalmente, o cadáver foi mumificado”, disse Helmut Gufler, chefe da unidade de fraude da Previdência Social da polícia, em uma entrevista à emissora pública ORF.

A investigação começou quando o irmão do homem foi visitar a mãe, e foi informado que ela estava hospitalizada. Mas foi só quando o carteiro pediu para ver o destinatário dos benefícios que estava entregando, que toda a história começou a ser desvendada.

Foto: Divulgação REUTERS/Stringer

Ainda segundo a agência de notícias, o carteiro informou que o homem se recusou a deixá-lo ver a mãe, e acionou as autoridades para verificar a propriedade.

As investigações apontam que provavelmente, a mulher de 89 anos, tenha morrido em junho de 2020, e desde então estava enterrada na casa.

A polícia disse que o homem arrecadou cerca de € 50 mil (US$ 59 mil) durante o tempo em que manteve o corpo de sua mãe no porão. Uma autópsia realizada, mostrou que nenhum sinal de que a morte fosse suspeita, foi revelada. O homem está sendo acusado de fraude de benefício e ocultação de cadáver.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *